11 de nov de 2007

Riquelme, o Menino-Aranha

O menino-aranha/Agência Estado

QUANDO acho que já vi de tudo nessa vida, eis que me acontece um episódio que, se não fosse pela capa dos jornais de sábado (10/11), juraria que era belela. Mas, como você pode ver na imagem acima, o menino-aranha Riquelme dos Santos existe e, com apenas 5 anos, conseguiu o que muitos não conseguem em 50: entrar para a história.

Com nome de jogador de futebol argentino e roupa do super-herói americano do momento, Riquelme salvou um bebê que estava dentro de uma casa em chamas. Ele brincava no quintal de sua casa, em Palmeira, cidadela catarinense de 2 mil habitantes, quando viu uma mulher na rua desesperada com o fogo que se espalhou por sua casa. Destemido, o garoto acalmou a mulher, e ao saber que tinha um bebê lá dentro, incorporou o Peter Parker e se lançou no meio das chamas. Pouco tempo depois lá estava Riquelme de volta, carregando com dificuldade um bebê de 1 ano.

Quando os bombeiros chegaram, o pequeno herói disse que não teve medo, já que era o Homem-Aranha. Quem pode com essa?


2 comentários:

Marion disse...

Aiii que lindo!!! Precisamos de um herói assim em NP!!! Palmas para o Riquelme.

Vince disse...

Mandou bem, moleque.

Related Posts with Thumbnails