16 de nov de 2007

Cabeleira, Bomba e Meio-fio



DEPOIS de nós sete aqui do clube, Cabeleira, Bomba e Meio-fio são os três caras mais conhecidos de Nova Piripirí. Eles me encheram os patová para fazerem parte do time, mas como são muito alienados - e não conseguiram passar pelo teste de trava-língua - acabaram ficando de fora. Ainda assim, acredito que seria interessante abrir o diário dos três* para os leitores desse blog, afinal de contas não é todo dia que você se depara com as intimidades de um roqueiro, um pitboy e um mano da quebrada mais sinistra da sua cidade.

* Antes de publicar os manuscritos, os erros de português foram devidamente corrigidos.


RIFFS DO CABELEIRA

Essa é a minha noite! Depois de três anos de ensaio, finalmente minha banda vai subir ao palco. Logo mais, na festa de formatura, vamos fazer um show de VINTE minutos, com direito a cinco covers e duas músicas do Caracol Alado mesmo. Comprei uma faixa nova, pra ficar ainda mais parecido com o Axl Rose (dizem que corro no palco igualzinho ele). Mal posso esperar para sentir a energia da galera, ligar os amplificadores, vestir minha guitarra e detonar na performance. Ah, Mary-Ann.... Eu sei que você vai estar lá! Depois de me ver em ação, duvido que queira terminar a noite com qualquer um que não seja o Cabeleira aqui. Oh yeah, baby!!!


BOMBANDO!

Nenhum dos babacas dessa cidadezinha medíocre acredita quando falo que não existe coisa mais insana que uma rave. Som de primeira, pico descolado, gente bonita e um grau que só quem é do ramo consegue atingir. Essa noite vai rolar a 1ª Écsdáblioipisilon, com o DJ mais requisitado do planeta, o israelense Rava Naguee-La. O cara manda um som inacreditável, e por onde passa conduz o pessoal a uma vibe descomunal com sua psicodelia gringa. Dei duro o mês inteiro na academia, dobrei o peso do supino, tripliquei os abdominais e retomei o ciclo da bolinha. Agora, brother, é vestir a regata, separar a lupa, a bala e o pirulito e azarar, dançar e fritar até o sol dar as caras na floresta. E já vou avisando: se agarrar menos de cinco, durmo lá na grama mesmo.


CONCEITO DO CLAQUIBUM

Vou começar logo dando a letra, cumpadi: hoje faço 12 anos, e pra comemorar vai ter baile aqui no morro!!!!!!! Mais de mil litros de vinho do bom, 3 toneladas de som pra fazer um batidão com todos os bondes da baixada e mulher, parceiro... vai ter até enjoar! Nem tô acreditando que geral confirmou presença: Sarna, Bitufo, Dentinho, Pinball, Gorrinho, Jaqueta, Vida Loka, Fuinha, Pocotó, Medonho, Burrifo, Jangada, Nelão, Winchester, Bisnaga, Fritura, Barrinho, Tenente, Martelo, o Napa, os irmãos Tião e Tapioca, as potrancas (Fumaça, Merreca, Negresco, Garrucha, Xiboquinha, Dedada, Tic-tac, Caçapa, Dig-Joy, Tele-Sena)... Já escalei o Berimbau pra assar as linguiças e o Satã pra agilizar os gorós. Aproveito meu confessionário pessoal pra fazer um registro : essa noite é a estréia do Mc Meio-fio mandando o maior conceito pra toda rapaziada presente. Ahhhhhh muleeeeeque, hoje nem o Bope me segura!!



2 comentários:

MJ disse...

Aaaaah não Jo-jo. Vc não quis aceitar o Brandon e quer colocar esses 3 imbecis????

Vince disse...

GRAAAAAAAAAAAAANDE Cabeleira!!!!!
Seja bem-vindo nego véio, parabéns pelo Caracol Alado, vc merece!

Vince

Related Posts with Thumbnails