27 de jan de 2008

EM CARTAZ - Meu nome não é Johnny

COMO ULTIMAMENTE o tempo aqui em Nova Piripiri não anda lá essas coisas, tirei o final de semana para ver alguns filmes que estão em cartaz (como se isso fosse desculpa pra Holly mergulhar na poltrona e ficar hipnotizada pela telona!).

Apesar de ter me surpreendido com produções que eu não daria uma pipoca murcha, confesso que fiquei desapontada com a falta de criatividade e imaginação nos roteiros, principalmente os made in USA. Será reflexo da greve dos autores yankees? Mistério.

Anyway, vou postar umporveiz aqui, para vocês darem seus próprios pitacos. Fico devendo, por ora, os cinco indicados ao Oscar*, que ainda não deram o ar da graça por esses lados - mas que logo menos estarão na área (pócobrar!).

*Uma peninha que a jóia de Cao Hamburger tenha sido preterida pela 'Academia'. Mas não por isso: você é muito maior que o clube das Barbie panelinhas, Cao! E O ano que meus pais saíram de férias, apesar do nome gigante, é sutil e simples como seu brilhante diretor.


MEU NOME NÃO É JOHNNY (2007)
Drama, 126 min.




Direção: Mauro Lima ('Loura Incendiária', 'Tainá 2')
Roteiro: Mariza Leão e Mauro Lima, baseado no livro de Guilherme Fiúza
Com: Selton Mello, Cléo Pires, Júlia Lemmertz e Cássia Kiss

Sinopse: O filme conta a história do playboy carioca João Guilherme Estrella (Selton), que dividia seu tempo entre as festas de arromba ao lado de sua namorada (Cléo) e a lucrativa rotina de venda de drogas no Rio de Janeiro da década de 80. Tudo alto astral, como dizia Johnny. Até ser pego em flagrante e ter de encarar o outro lado da moeda.

Bastidores:
*O diretor Mauro Lima soube de 'Meu Nome Não é Johnny' através da Columbia Pictures do Brasil, mesma distribuidora de Tainá 2. A produtora Mariza Leão estava então à procura de um diretor para o filme, e Lima, muito solícito, colocou seus serviços à disposição;
* A maratonista Cléo Pires começou a filmar apenas cinco dias depois de terminar as gravações da novela Cobras & Lagartos;
* Além do Rio de Janiero, Barcelona e Veneza foram as cidades escolhidas pela equipe de produção para filmar;
* Rodrigo Amarante, do Los Hermanos, faz uma pontinha no filme - justamente oferecendo uma 'pontinha' para o pequeno Johnny e seus amigos de infância, na Pedra do Arpoador.


♠ Informações retiradas do site
AdoroCinema



Por que assistir: apesar da edição xumbrega e da trilha sonora totalmente out, o filme tem lá seus acertos. Selton Mello está bem à vontade no papel de Estrella, e mostra sintonia fina com Cléo Pires. Seu jeito canastrão conquista sem forçar a barra, e é ele o responsável pelo pH neutro do filme. Seu papo malandro tem o ponto alto nos diálogos com Cléo e com os prisioneiros, em passagens que lembram os melhores momentos de Leléu ('Lisbela e o Prisioneiro') e Chicó ('O Auto da Compadecida'). Boas participações de Júlia Lemmertz (mãe de João), Cássia Kiss (juíza) e Rafela Mandelli, ex-Malhação e aqui amiga lesada e fiel do protagonista.

Avaliação: @@@ LEGALZINHO.

Trailer:



Holly Kiss!!!


7 comentários:

BJ disse...

Só LEGALZINHO????

Eu achei massa!!!!!!

Marion disse...

É que vc não entende de cinema, né BJ?!

moleng´s disse...

Realmente achei só legalzinho...

Tony disse...

Legalzinho. E olhe lá!

Tony disse...

Legalzinho. E olhe lá!

Vince disse...

Vale pela Cléo Pernocas.

Carlton disse...

Vale pela Cléo Pernocas.(2)

Related Posts with Thumbnails