11 de mai de 2009

Requentar é viver: Safariwood


PARA COMEÇAR A 'fazer meu filme' aqui, resolvi pegar o jipe e me jogar num safari pela África, onde foram gravados, na última década, uma porção de filmes com viés político. Dentre eles, destaco quatro masterpieces (lado a lado acima): Hotel Ruanda, O Jardineiro Fiel, O Último Rei da Escócia e Diamante de Sangue.

Com roteiros turbinados, direções impecáveis e elencos de primeiríssima linha, são filmes que nos fazem atravessar o Atlântico sem sair de casa, e dar de cara com um continente que traz, em pleno século XXI, um cenário que pensávamos ter arquivado nos livros de história. Não por acaso as quatro produções arremataram, juntas, mais de 40 prêmios internacionais. Vale a pena conferir!


HOTEL RUANDA ('Hotel Rwanda', 2004 )
Drama, 120 min.


Direção: Terry George ('Mães em Luta')
Roteiro: Keir Pearson e Terry George
Com: Don Cheadle, Joaquin Phoenix e Nick Nolte

Sinopse: No meio do conflito étnico entre tutsis e hutus, que deu cabo de quase um milhão de pessoas em apenas quatro meses, Paul (Cheadle), um homem com inteligência acima da média, abre o hotel em que trabalha como gerente para abrigar a maior quantidade possível de fugitivos. Ele contará com a ajuda do Coronel Oliver (Nolte) e do câmera Jack (Phoenix) para salvar essas pessoas, e mostrar ao mundo a carnificina que tomou conta de seu país.

Bastidores:
* Vários estúdios chegaram a se interessar em produzir o filme, com a condição dele ser estrelado por um ator negro famosão, como Denzel Washington, Wesley Snipes e Will Smith. Mas, no fim das contas, o diretor preferiu fazê-lo forma independente e manter Cheadle, seu nome predileto, no papel principal;
* Coronel Oliver, personagem de Nick Nolte, foi inspirado no general Roméo Dallaire, justamente o oficial canadense que comandou as Forças de Paz das Nações Unidas durante o genocídio ocorrido em Ruanda;
* Os verdadeiros Paul e Tatiana Rusesabagina (casal central) retornaram a Ruanda, juntamente com o diretor Terry George, para realizarem pesquisas para o filme. O trio foi recebido com pompas pela população local no aeroporto.

Oscar: recebeu 3 indicações: Melhor ator (Don Cheadle), Melhor atriz Coadjuvante (Sophie Okonedo) e Melhor roteiro original.

Por que assistir: além de ser uma história real, as cenas de batalha são de tirar o fôlego, Cheadle está explêndido no papel do gerente honesto do hotel e a trilha sonora, com as vozes das crianças do coral africano, dão ao filme um ar de inocência que contrasta perfeitamente com a brutalidade do momento em questão.

Avaliação*: @@@@@ IMPERDÍVEL!!!!!

Trailer:




O JARDINEIRO FIEL ('The Constant Gardener', 2005 )
Drama, 129 min.


Direção: Fernando Meirelles ('Cidade de Deus')
Roteiro: Jeffrey Caine, baseado no original de John Le Carré
Com: Ralph Fiennes, Rachel Weisz e Pete Postlethwaite

Sinopse: Após uma ativista determinada (Weisz) sumir do mapa, seu marido (Fiennes) parte em viagem para descobrir o que realmente aconteceu com ela. Nisso, ele dá de cara com toda a imundície da indústria de remédios e seus laranjas, capazes de tudo para se manterem no poder.

Bastidores:
* Antes de bater o martelo com o diretor brasileiro, os produtores pretendiam dar a direção do longa a Mike Newell, que largou o projeto para dirigir Harry Potter e o Cálice de Fogo;
* Nicole Kidman foi cotada para interpretar a personagem que ficou com Rachel Weisz, mas Fernando Meirelles tesourou por considerá-la too old para o papel;
* Além de Kidman, Eva Green, Natalie Portman, Kate Winslet e Naomi Watts (a predileta de Meirelles, que estava comprometida com King Kong) foram selecionadas para o papel de Tessa, que acabou merecidamente ficando com Weisz.

Oscar: ganhou o de Melhor Atriz Coadjuvante (Rachel Weisz), e foi indicado nas categorias de Melhor roteiro adaptado, Melhor trilha Sonora e Melhor edição.

Por que assistir: se você curte o gênero filme-denúncia e histórias de amor suspeitas, no esquema Machado de Assis, O Jardineiro Fiel é um prato cheio. A direção de Meirelles está ainda melhor que no antológico Cidade de Deus; Fiennes tem atuação arrebatadora e Rachel Weisz está encantadora e sensualíssima no papel da espivetada Tess.

Avaliação: @@@@@ IMPERDÍVEL!!!!!

Trailer:



O ÚLTIMO REI DA ESCÓCIA ('The Last king of Scotland', 2006)
Drama, 121 minutos.


Direção: Kevin MacDonald (estréia)
Roteiro: Jeremy Brock e Peter Morgan, baseado no livro de Giles Foden
Com: Forest Whitaker, James McAvoy e Gillian Anderson.

Sinopse: Um médico escocês recém-formado (McAvoy) é convidado por Idi Amin, um dos mais terríveis ditadores da história da África, para ser seu médico particular. Empolgado com o status da oportunidade e atraído pelo carisma do tirano, ele torna-se seu amigo e conselheiro íntimo, e passa a conhecer a verdadeira cara do governo Amin.

Bastidores:
* O orçamento de O Último Rei da Escócia foi de módicos 6 milhões de dólares;
* Essa é a estréia de Kevin Macdonald na direção de um longa de ficção. Antes, ele dirigiu o documentário Um Dia em Setembro, que ganhou o Oscar em 1999;
* O título do filme é uma referência à mania de grandeza de Idi Amin, que se auto-intitulava, entre outros,"O conquistador do império britânico" e " O senhor de todos os animais da terra e dos peixes do mar";
* Para rodar o filme em Uganda, o diretor Kevin Macdonald e os produtores tiveram que passar por algumas rodadas de negociação com o governo local, para conseguirem a infra-estrutura e cooperação oficial.

Oscar: Ganhou o de Melhor ator (Forest Whitaker)

Por que assistir: a interpretação de Whitaker é assombrosa. Ele rouba a cena sempre que aparece na tela, dispara seu olhar desconfiado e doce com a mesma competência e é extremamente autêntico em suas reações e discursos. McAvoy, muito parecido fisicamente com Elijah Wood, surpreende no papel do médico inocente e sedutor. A sequência final não te deixa nem piscar, tamanha a intensidade imprimida pela soberba direção do estreante MacDonald.

Avaliação: @@@@@ IMPERDÍVEL!!!!!

Trailer:




DIAMANTE DE SANGUE ('Blood Diamond', 2006)
Aventura, 138 minutos.


Direção: Edward Zwick ('O Último Samurai')
Roteiro: Charles Levitt, baseado na história de Charles Levitt e C. Gaby Mitchell
Com: Leonardo DiCaprio, Jennifer Connelly e Djimon Hounson

Sinopse: Um trabalhador local (Hounson) é separado brutalmente de sua família, e levado a um campo de mineração de diamantes, onde encontra uma pedra muito valiosa. Antes de ser preso ele a esconde, e passa a ser alvo de um mercenário sul-africano (DiCaprio), que o ajudará a reaver sua família em troca do diamante.

Bastidores:
*Ao rodar a cena do acidente de carro, Jennifer Connelly sofreu uma contusão no pescoço;
*Russel Crowe foi cogitado para fazer o papel de Danny Archer, que ficou com DiCaprio.

Oscar: recebeu 5 indicações: Melhor Ator (Leonardo DiCaprio), Melhor ator coadjuvante (Djimon Hounson), Melhor edição, Melhor som e Melhor edição de som.

Por que assistir: é de longe o melhor filme de aventura produzido por Hollywood neste século. Repleto de efeitos especiais e explosões, arranca suspiros até dos que torcem o nariz para o gênero. Léo DiCaprio dá show de interpretação na pele do pilantra Archer, e Connelly volta à boa forma após o hiato que sucedeu sua bela participação em 'Uma mente brilhante'. Muito superior a 'Infiltrados', que levou o último Oscar de Melhor filme.

Avaliação: @@@@@ IMPERDÍVEL!!!!!

Trailer:



♠Informações retiradas do site
AdoroCinema


*Avaliação:

@@@@@ = IMPERDÍVEL!!!!!

@@@@ = FILMAÇO!

@@@ = LEGALZINHO...

@@ = PRA PASSAR O TEMPO

@ = NÃO VALE O INGRESSO.


Holly Kiss!!!!

4 comentários:

Anônimo disse...

Filmes realmente muito bons!! Realmente uma tendência esses filmes em países que ainda sofrem com problemas tão primitivos que em nossa vã ignorância não acontecia em nenhum cantinho do globo. Ótimas indicações.

Vickye disse...

E não é que ela colocou meus filmes prediletos logo de cara???

Hotel Ruanda e O Jardineiro Fiel são SENSACIONAIS. Fiquei orgulhosa do Meirelles, que deu show de direção em seu Jerdineiro. Certamente, imperdíveis!!!

Tony disse...

Assisti os 4, e gostei muito. Pelo lado emocional, Hotel Ruanda é o melhor. Pelo político, o Jardineiro Fiel.

Mas entretenimento de primeira mesmo é Diamante de Sangue, o melhor filme que assisti com o DiCaprio.

Thiago Padula disse...

Só vi os dois primeiros da lista, e são bonzaços, dois pontapés na boca do estômago.

E não conta pra ninguém, mas eu chorei duranto o tempo todo em Hotel Ruanda =P

Related Posts with Thumbnails