28 de mar de 2008

CNF: os finalistas do Paulistão

CONFORME O PROMETIDO, aqui vai o post-oráculo com as previsões de Carlton Nostradamus Fox para as finais do Campeonato Paulista.

A apenas duas rodadas da próxima fase, sete times têm chances pitagóricas de alcançar o quadrangular final. Guaratinguetá, Palmeiras, São Paulo, Ponte Preta, Corinthians, Barueri e Santos são as equipes que fizeram por merecer a chance de disputar até o talo o título do campeonato estadual mais equilibrado do país.

Como se trata de um quadrangular - e não de um heptangular - final, três dessas agremiações ficarão pelo caminho, naufragadas naquela ilhota logo ali, com areia farinhenta e seu coqueirinho estéril.

Como o papo aqui é da galera do Keep Walking, vamos aos 4 Seabiscuits:


1º lugar: GUARÁ (40 pontos)

Sem chances no Furacão, Dinei virou ídolo em Guará


Nas duas próximas rodadas, o time dos talentosos Michel e Dinei é o que tem o caminho mais fácil: enfrenta Sertãozinho (em casa) e Ituano (fora). Vence as duas com os pés nas costas e confirma a posição que quase sempre foi sua.


2º lugar: PALMEIRAS (38 pontos)


Valdívia comemora gol contra o Timão: até agora, o craque do Paulistão

Apontado precocemente como virtual campeão por boa parte da imprensa, o Verdão de Luxeburgo e Valdívia, o chileno mais brasileiro que já conheci, terá dois adversários complicados nessa reta final. Vence o São Caetano em casa e empata fora com o Barueri, time que tem a melhor campanha do campeonato jogando em seus domínios.


3º lugar: SÃO PAULO (36 pontos)


Adriano e Borges: bons com a cabeça, mortais com os pés

Mesmo sem jogar o futebol envolvente e vistoso do ano passado, o time do técnico Muricy Ramalho garantirá sua vaguinha graças ao oportunismo de sua dupla de ataque, Borges e Adriano. Um empatezinho com o Bragantino em Bragança e uma goleada em cima do Moleque Travesso no Morumbi selarão o terceiro lugar tricolor.


4º lugar: SANTOS (35 pontos)

Klébão Tatau vai pra galera: até agora artilheiro, ao lado de Pedrão

Nem Corinthians, nem Ponte Preta. O quarto eqüino a cruzar a linha de chegada é um cavalo-marinho, e atende pelo nome de Santos Futebol Clube. Sensação do campeonato, o alvi-negro praiano, que chegou a figurar entre os candidatos ao rebaixamento, seguirá na cauda do cometa que encontrou há 8 rodadas. Mesmo desfalcado, o time de Betão, Marcinho Guerreiro e do matador Kléber 'Tatau' Pereira passará por Rio Claro e Ponte Preta e se consagrará com a brilhante 4ª colocação.


Menção honrosa

Mesmo ficando de fora das finais, alguns times merecem uma homenagem neste humilde rodapé. Limitados tecnicamente, conseguiram uma posição honrosa graças aos seus bons treinadores e à doação de seus jogadores em campo.

A Ponte Preta de Renato e Elias, o Barueri de Pedrão, o Mirassol de Xuxa, o Noroeste de Edno e Leandrinho, o Bragantino de Alex Afonso e a Portuguesa de Christian fizeram boa figura no campeonato. Se não conseguiram um lugar entre os 4, ao menos deram sinais de que terão uma promissora seqüência de ano.


A fênix alvi-negra ressurge das cinzas

Os 'gêmeos' Dentinho e Lulinha: um surpreendeu, o outro decepcionou

Conforme destaquei no final do ano, o Corinthians buscou forças lá no fundo para começar de novo e montar um time que compensa a falta de inspiração ofensiva com uma defesa sólida e um grupo unido. Mano Menezes conseguiu em apenas dois meses dar padrão tático ao time, coisa que não se via desde a era Carlitos-Nilmar. As recentes chegadas dos meias Diogo Rincón e Douglas certamente dará qualidade ao meio campo alvi-negro; resta agora encontrar o parceiro ideal para Dentinho lá na frente. Resolvido este (importante) detalhe, a Segundona tá no papo.



Um comentário:

Tony disse...

Que história é essa de tirar o Timão da parada????

E o Alex Afonso é do Ituano, seu traste!!!

Related Posts with Thumbnails