5 de mar de 2008

EM CARTAZ - Juno

A MAIORIA DOS garotos arrasta um bóing por meninas bonitas, gostosas, sorridentes, 'dadas' e de bem com a vida. As chamadas pitchulas, antigas cocotas. Numa roda de amigas, basta uma ou duas olhadelas para identificá-las - normalmente, é a que masca chiclete de boca aberta, tem o umbiguinho à mostra e ajeita o cabelo a cada meneada de cabeça.

Raríssimos são os que dão valor à personalidade forte, ao diferente, ao inusitado. E, quando isso acontece, eles se deparam com alguém que consegue a cesta de 3 no finalzinho, do meio da quadra, de chuá: cativá-los simultaneamente pelas duas cabeças. Alguém como a menina que toca contra-baixo melhor que muito marmanjo. Alguém que adora se empaturrar de donuts durante uma sessão de cinema. Alguém que veste camisa xadrez com saia (por cima da calça). Alguém como Juno.

JUNO ('Juno', 2007)
Comédia, 96 min.

Direção: Jason Reitman ('Obrigado por fumar')
Roteiro: Diablo Cody
Com: Ellen Page, Michael Cera, Jennifer Garner, Jason Bateman

Sinopse: grávida do melhor amigo, uma adolescente de 16 anos decide ter o bebê e doá-lo a um casal em melhores condições, já que, por ser imatura, não acha que é hora de ser mãe. Para isso, ela terá que encarar os pais, seus colegas de escola e a instabilidade dos pais adotivos escolhidos.

Bastidores:
*Foi a própria Ellen Page quem sugeriu que sua personagem fosse fã das músicas de Kimya Dawson e The Moldy Peaches, a base da trilha sonora do filme;
*A figura que está no caixa do armazém, logo na primeira cena do filme, é Rainn Wilson - o mala Dwight Schrute da versão americana da sitecom 'The Office';
*O telefone em formato de hamburger de Juno pertence à roteirista Diablo Cody. Sua venda nos EUA aumentou mais de dez vezes após o sucesso de bilheria de 'Juno';
*Diablo Cody, que na verdade se chama Brook Busey, foi stripper e operadora de tele-marketing antes de seu blog auto-biográfico virar um sucesso, o que a levou a se arriscar como roteirista;
*Juno, orçado em US$ 7,5 milhões, foi o 1º filme lançado pela Fox Searchlight Pictures a ultrapassar a marca de US$ 100 milhões arrecadados nas bilheterias norte-americanas.

♠ Informações retiradas do site AdoroCinema

Oscar: 'Juno' faturou o Oscar de Melhor Roteiro Original, e concorreu também em três outras categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Atriz.

Por que assistir:
Com excessão da primeira meia hora, que acelera os acontecimentos com a nítida intenção de cativar o espectador, 'Juno' é um filme que acontece naturalmente. É simples, espirituoso e direto como Ellen Page, fantástica no papel da personagem-título.

Os diálogos são o ponto alto da fita, que chegou a ser comparada com 'Pequena Miss Sunshine', o azarão do Oscar de 2007. De fato os dois filmes trazem algumas coincidências, mas nada além das relações de família, das excelentes atuações dos (enxutos) elencos e da roupagem 'alternativa'. Vale ressaltar a providencial trilha sonora que embala o filme, à base do folk de batom (Moldy Peaches, Antsy Pants e Kymia Dawson). A cena final ficará flutuando em sua memória até você baixar a música que antecede os créditos finais ('Anyone else but you').

Avaliação: @@@@ FILMAÇO!

Trailer:






3 comentários:

moleng's disse...

Sério que o filme é bom? Assisti o trailer e não achei que seria bom. Mas vou assistir pra comprovar! Beijos

Nath disse...

O filme é mtoooooooooo bom!!!! Daqueles simples, que não precisam de efeitos especiais ou finais com principes encantados. Curti mtoooo!!! 'Me arde' produções desse jeito!!! hahahahaha
Esse eu indico tbm, Holly! Ah, e já ganhei um CD com a trilha sonora!!!
Bjo

Holly disse...

Ganhou de quem, hein Nath??? Também quero um!!!

Molengs, pode assistir tranquila. Vc nao vai se arrepender.

Related Posts with Thumbnails