28 de dez de 2007

10, 9, 8, ...



PARA ALGUNS, apenas mais um ano como outro qualquer. Para muitos, 365 folhinhas de calendário viradas uma em cima da outra numa velocidade frenética, com tabus caindo, datas comemorativas se misturando e a metamorfose ambulante de Raulzito comendo solta, atual como nunca. Um ano Jerry Maguire: marcante, matador, definitivo. Para tantos outros, 12 longos meses de angústia e de implicância com os pais, com o chefe, a professora, o namorado e a sonolência do ponteiro do relógio, o preguiçoso. Um ano para ser abstraído, esquecido, defenestrado: - Já vai tarde!

Pois é gente boa... 2007 caminha para seus últimos momentos, já não resta muito tempo para grandes feitos. Se você pretende emagrecer, mudar hábitos antigos, ser mais sociável, mais compreensivo, mais fiel, mais responsável; menos inseguro, desconfiado, pavio curto e implicante, melhor deixar para o ano que vem.

Imagine que um meteoro do tamanho do Texas (não consegui pensar em nada que desse uma dimensão tão grande e cascuda) vai cair sobre a Terra, e que um novo ciclo está por vir. Aproveite seus últimos momentos para relaxar, agradecer aos que lhe ajudaram neste ano, ficar perto de quem realmente gosta e vislumbrar um 2008 cheio de realizações.

Quer um conselho? Não coloque muitas metas no caderninho. E, por favor, trace objetivos tangíveis e totalmente realizáveis - deixe o papo de que tudo é possível para a Xuxa e os fabulosos tênis que correm sozinhos.

Nos próximos posts, vamos colocar o que rolou de mais marcante para cada um de nós em 2007. Brandon, você está incluído nessa. Fique à vontade para dar seus pitacos, meu caro.


Sem mais,


3 comentários:

Nathália Rodrigues disse...

esse anti social foi pra mim!

Tony disse...

Mãozaobra!!!

Vickye disse...

Plebiscito para o Brandon entrar no Clube?????

Related Posts with Thumbnails