15 de mai de 2008

O orgulho de Chico Mendes


CONFESSO QUE FIQUEI decepcionada com esse pedido de demissão da ministra do Meio Ambiente. Não sou muito interada com o dia-a-dia político do Brasil, mas via em Marina Silva uma das poucas figuras do alto escalão que transmitiam credibilidade, comprometimento e uma vontade sincera de melhorar isso aqui.

Ao que parece, sua saída é reflexo de uma relação pra lá de desgastada com o presidente. As principais bandeiras de Marina - a luta contra os transgênicos, o avanço deliberado das canas do etanol em áreas de preservação e a construção de hidrelétricas na Amazônia - vão na contramão dos discursos e atitudes de Lula. Embuído do populismo de GV e do empreendedorismo de JK, o petista segue conduzindo o país com cela made in USA e rédeas européias, escanteando todos que se colocam em seu caminho.

Se sua saída irritou o molusco barbudo, seu legado não deixa dúvidas a respeito de seu desempenho na pasta: enquanto esteve no ministério, a taxa de desmatamento caiu 60%, as áreas protegidas quase duplicaram (mais 24 milhões de hectares sob a tutela federal), e as florestas brasileiras voltaram à pauta nas reuniões políticas, econômicas e ambientais do planeta.

Marina bateu forte. Briguenta como Heloísa Helena, defendeu a floresta amazônica como se fosse o jardim de sua casa, entrando em divididas com todos que se mostrassem hostis à sua proposta de preservação. Respeitada como Gabeira, virou referência de política ambiental pelo mundo - no ano passado, foi contemplada com o Champions of the Earth, prêmio dado pela ONU às grandes personalidades ambientais mundiais. Engajada como o amigo e ex-seringueiro Chico Mendes, virou símbolo da batalha contra o desmatamento, e escreveu mais um capítulo da história dessa luta sangrenta e desigual.

Sai pela porta da frente sob aplausos efusivos, tapinhas nas costas e com a sensação de missão cumprida. Mas, assim como eu, deixa transparecer uma ruga de preocupação. Afinal de contas, todo câncer começa com um 'tumorzinho'.




4 comentários:

Brandon disse...

Onde eu assino?

Tony disse...

A batalha da Marina é notável, Vic! O problema é que a guerra tá perdida há décadas...

Mariana disse...

Vicky eu assino me baixo de tudo que você disse, se existia alguém nos minesterios que transparecia dedicação é vontade de mudar o Brasil era a Marina.E infelizmente ela saiu, mas sai de cabeça erguida e com certeza de que estava desenvolvendo seu trabalho de uma forma Marivilhosa!
Certamente quem mais perde com tudo disso é o Brasil!
Vicy lindinhaaa!
Um beijo bem grande bro brandon!
bJOS

Mariana disse...

Gostei do fundo verde!
Me lembra BioTAV
bjo Renatavio!
=*****

Related Posts with Thumbnails