26 de abr de 2008

TOP 10 BRASIL: 8, 7

DEPOIS DE INAUGURAR o ranking dos melhores filmes nacionais da nova fase do cinema brasileiro com duas produções protagonizadas por habitués de novelas (coisa rara), bóra para a próxima dupla, que deu o que falar e ocupa aqui os honrosos oitavo e sétimo postos.


8º lugar: O CHEIRO DO RALO
2007 - Comédia, 112 min.

Direção: Heitor Dhalia
Roteiro: Marçal Aquino e Heitor Dhalia, baseado no livro de Lourenço Mutarelli
Com: Selton Mello, Paula Braun, Lourenço Mutarelli, Alice Braga, Sílvia Lourenço, Milhen Cortaz

Sinopse: O excêntrico e paranóico dono de uma loja que vende objetos usados, obcecado pelo cheiro do ralo do banheiro e de uma certa 'bunda', fica em apuros após se relacionar com uma de suas clientes. Seu hobby é uma espécie de jogo sádico que faz com os que passam por lá, trocando a frieza pelo prazer que sente ao explorá-los, já que são pessoas que sempre estão em sérias dificuldades financeiras.

Premiações:
- Grande Prêmio do Cinema Brasileiro: categorias de Melhor Atriz Coadjuvante (Sílvia Lourenço) e Melhor Roteiro Adaptado;
- Festival do Rio: Prêmio Especial do Júri e Melhor Ator (Selton Mello);
- Mostra Internacional de Cinema de São Paulo: Melhor Filme - Júri Oficial e o Prêmio da Crítica Nacional.

♠ Bastidores:
*Orçado originalmente em 2,5 milhões de reais, 'O Cheiro do Ralo' foi realizado com apenas R$ 315 mil, reunidos entre sócios privados e pelos produtores executivos;
* Lourenço Mutarelli, roteirista do filme, além de emprestar o nome para o protagonista, faz o papel do segurança da loja;
*Este é o 2º filme em que o diretor Heitor Dhalia e o ator Selton Mello trabalham juntos. O outro foi Nina, de 2004.

Por que assistir: 'O Cheiro do Ralo', além de ter um roteiro brilhante, tem um elenco - ainda que praticamente anônimo até então - de muita qualidade. Sílvia Lourenço parece que mergulhou no pó antes das gravações, Selton Mello está impagável como o repugnante e tarado dono da loja, e a metáfora do ralo com a vida é simplesmente genial. Filme para se ver, rever e descobrir uma coisa nova a cada projeção.


7º lugar: CAZUZA - O TEMPO NÃO PÁRA
2004 - Drama, 96 min.

Roteiro: Fernando Bonassi e Victor Navas, baseado no livro de Lucinha Araújo
Direção: Sandra Werneck e Walter Carvalho
Com: Daniel de Oliveira, Marieta Severo, Reginaldo Faria, Andréa Beltrão, Leandra Leal, Cadu Favero, E,ílio de Mello, Débora Falabella

Sinopse: o filme conta a história da crazy life que marcou o percurso profissional e pessoal de Cazuza, do início da carreira (1981), até sua morte em 1990, aos 32 anos. O sucesso com o Barão Vermelho, a carreira solo, as músicas que falavam dos anseios de uma geração, o comportamento sem limites e a coragem de seguir em frente com a carreira, sempre criando e seguindo em pé nos palcos, ainda que debilitado pela Aids.

Premiações: levantou 7 troféus no Grande Prêmio Cinema Brasil: Melhor Filme, Melhor Ator (Daniel de Oliveira), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição, Melhor Som, Melhor Trilha Sonora e Melhor Fotografia.

♠ Bastidores:
*Inicialmente o título do filme seria "Eu Preciso Dizer Que Te Amo";
*'Cazuza - O Tempo Não Pára' é a estréia de Daniel de Oliveira como protagonista;
*Daniel de Oliveira foi selecionado entre 60 atores para ser o intérprete de Cazuza. O ator se preparou durante 1 ano para fazer o papel - nesse período, teve aulas de interpretação, expressão corporal e voz (ele fez questão de cantar em todos os shows). Para a última fase do longa, Daniel precisou perder 12 quilos;
*Antônio Fagundes esteve cotado para interpretar o pai de Cazuza.

Por que assistir: 'Cazuza - O tempo não pára' é sem sombra de dúvidas o melhor filme-biografia já feito por aqui. A semelhança de Daniel de Oliveira com o cantor é assombrosa, seja pelo visual, pela forma debochada de se dirigir aos outros ou pelos trejeitos peculiares do superstar sem limites. A reconstituição dos anos 80 é perfeita, Marieta Severo emociona na pele da mãe de Cazuza, as tomadas dos shows são precisas. Resultado: 96 minutos que passam voando, como passou pelo mundo Agenor de Miranda Araújo Neto, um artista transgressor, único e atemporal.


♠ Informações retiradas do site AdoroCinema



6 comentários:

Tony disse...

Não gostei desse Cheiro do Ralo. Me explica que raio de filme é esse???

Vince disse...

Aaaaaaaaaaaah Cazuza é FENOMENAL!!!! Pra mim, no mínimo TOP 5.

BJ disse...

EXAGERADOOOOOOOOOOO
JOGADO AOS SEUS PÉS
EU SOU MEMO EXAGERADOOOOOOOOO
ADORO UM AMOR INVENTADOOOOOOOOOOO
OOOOOOOOOOU YEAAAAAAAAH!!

CAZUZA ROCKS!!!!!!

mari abdo disse...

Acredita que não assisti nenhum dos 2? Mas aí está o feriado para tirar o atraso...

Carlton disse...

Mari, pode tirar os 2 de olhos fechados, são filmes de alto nível. Boa Holetaaaaaaaaa!!!!!

Nath disse...

Eu gostei demais de O Cheiro do Ralo! O filme é SENSACIONAL! E como a Holly mesmo disse:' a metáfora do ralo com a vida é simplesmente genial'. Procure assistir, curtir e dar risada. Não é um filme cheio de suspense ou romance... é completamente insano, afinal ele é apaixonado por uma BUNDA, mas você consegue associar com as coisas da vida - pelo menos eu, que não sou mto normal!

Related Posts with Thumbnails