25 de mar de 2009

O Pavão e o Urubu

FOLHEANDO OS ANUÁRIOS DE ANEDOTAS de Nova Piripirí ao lado de minha big friend Lady Dai, encontrei um daqueles fantásticos contos zoomórficos japoneses milenares que é maomeno assim:

No alto de uma planície, viviam harmonicamente um Urubu e um Pavão. Certo dia, Pavão fez uma reflexão:

- Sou a ave mais bonita do mundo animal, tenho uma plumagem colorida e exuberante. Mas oh, que mundo injusto! Nem voar eu posso, e poucos podem contemplar minha beleza. Feliz és tu, Urubu, livre para voar para onde os bons ventos o levarem.

O Urubu, por sua vez, também refletia no alto de uma árvore, enquanto mastigava um tequinho de carniça:

- Que infeliz ave sou eu, amigo Pavão. De longe a mais asquerosa de todo o reino animal. E ainda por cima tenho que voar e ser visto por todos, imagine você! Quem me dera ser belo e vistoso tal qual você, ó Pavão.

Foi quando ambas as aves se aproximaram, trocaram olhares furtivos e tiveram a brilhante idéia de cruzarem. Assim, eles gerariam um descendente que voasse com a desenvoltura do Urubu e tivesse a graciosidade e beleza do Pavão.

Depois de algumas tentativas, o Urubu engravidou o Pavão, e de seu ovo irrompeu o Peru, que além de não conseguir alçar vôo é feio pra dedéu.


Moral da história: Quando tá tudo cagado, deixa a bosta ali quietinha. Não tenta espalhar a merda que só piora!



4 comentários:

Vince disse...

Aaaaaaaaah fala serio, vc INVENTOU isso!!!

Chiquita Bacana disse...

Inventou nada!!!
Ele copiou de miiiim!
Que copiei de outrooo!!
Kkkkkkk

Mtos bjos ♥ Dai.

mari abdo disse...

que moral nojentaaa

Pi Pi Piriri Pi Pi disse...

Pavao e Urubu nao sao, DEFINITIVAMENTE, aves passivas. Incapazes de "nao mexer na merda", elas precisavam criar a ave, simbolo do Acao de Gracas norte-americano. Ou seja, no fim das contas, alguma utilidade essa carne seca (no caso, o Peru) teve/tem. Ate nos, brasileirinhos vendidos, a adotamos no Natal! Mas eu prefiro Chester, muuuito melhor!

Related Posts with Thumbnails