15 de fev de 2008

É bá e bola!

DEPOIS DA PRÉ-TEMPORADA feita à base de suco de cevada, praia, confete e muita folia, enfim os clubes brasileiros começam a mostrar seu novo chassi. Nesse primeiro mês de bola rolando, quicando - e principalmente espanando -, muitas surpresas agradáveis, algumas decepções e uma certeza: os times estão anos-luz à frente do que vimos no ano passado.

A seguir, uma pingada nos destaques desse ponta-pé inicial. Como diria o simpático Elias Jr., é bá e bola!


O time mineiro em festa: começo arrasador

A Toca da Raposa começou o ano em festa: o time comandado pelo ex-zagueiro Adilson Baptista venceu o sempre-encardido Cerro Porteño (categoricamente) duas vezes e passou para a fase de grupos da Libertadores. No 1º jogo 'oficial' pelo torneio sul-americano, um sapeco de 3x0 no frágil Real Potocó com atuação de gala do volante Ramires, que já pode começar a sonhar com um tour na China no meio do ano.


Thiago Neves comemora uma de suas três pinturas no Maracanã

No Rio, o Campeonato Carioca começou sem maiores surpresas: Fla, Flu, Vasco e Botafogo confirmaram seu favoritismo e atropelaram quase todos os adversários sem dó. Destaque para o alvi-negro do técnico Cuca, que, mesmo com praticamente um time inteirinho novo, se entrosou rapidamente e já está de olho na Taça Guanabara. Renato Gaúcho é outro que vem surpreendendo: aos poucos, o técnico do Tricolor Carioca vai conseguindo entrosar seu fabuloso trio de atacantes, sem descuidar da retaguarda. A exemplo do ano passado, Thiago Neves segue jogando o fino: contra o Mengão, 3 golaços e os aplausos do exigente treinador.

Já na capital paulista, quem diria: nem o São Paulo de Adriano, nem o Corinthians de Mano. Nem o Santos de Kléber Pereira, e muito menos o Palmeiras de Valdívia - quem dá as cartas são os 'pequenos' Guaratinguetá e Ponte Preta. O time de Guará emendou uma sequência expressiva de bons resultados (sete vitórias seguidas, uma delas um chocolate de 3x0 no Verdão), e tem no volante Alê, no meia Michel e no avante Dinei o tripé responsável pela surpreendente campanha. A Macaca - depois de fazer boa figura na série A2 do Brasileirão de 2007 - parece finalmente ter voltado aos seus dias de bom futebol. Puxado pelo habilidoso Renato e pelo fogoso Marcelo Soares, é o time que apresenta o futebol mais vistoso do campeonato.

Adriano vai pro chuveiro mais cedo: o Imperador ficou em Milão?

Os quatro 'grandes' até agora não mostraram a que vieram. Adriano, que pode pegar uma suspensão de 120 dias por agressão ao zagueiro Domingos no último San-São, não vem correspondendo às expectativas, e a zaga está longe daquela intransponível do Tricolor de 2007.

Após 8 jogos, o Palmeiras ainda não se encontrou em campo - coisa que deve acontecer com a chegada do zagueirão Henrique, do meiúca Léo Lima e dos atacantes Kléber e Denílson. Luxemburgo, reverenciado por seus dons estratégicos, parece um pouco perdido: já testou tanto esquema diferente que não há sequer um torcedor palmeirense que saiba hoje a escalação do time. Agora, aqui entre nós: quem tem Marcos, Pierre, Diego Souza, Valdívia, Alex Mineiro e Denílson, tem a OBRIGAÇÃO de chegar entre os finalistas do Paulistão.

Denílson no Verdão: última chance de mostrar do que é capaz


Já o time do Parque São Jorge segue o caminho contrário: sem estrelas e com muita pegada, parece ter se acertado no setor defensivo (Chicão e William parecem jogar juntos há anos, e André Santos cai muito bem pela esquerda); vê os garotos Lulinha e Dentinho chamarem a responsa e, assim que Acosta entender que veio para ser Robin - e não Batman - o ataque deverá engrenar. Pra quem viu a lástima de 2007, o time atual tá bom pra mais de quilômetro.

Ademais, vale citar a devastação que o Furacão Paranaense vem causando em seu estado: foram 30 pontos conquistados em 10 jogos. Com isso, Ney Franco prova que a ascensão do Flamengo no ano passado nada teve a ver com sua saída, e que é sim um treinador de primeiríssimo escalão.

E o Ronaldinho... Ah, Ronaldinho! Esse dejà vú era tudo que você não precisava, meu caro. Fenômeno, tu já provaste para todo o mundo do que és capaz. Se entender que agora é a hora de parar, estarei contigo. O próximo post será inteirinho dedicado a você.




2 comentários:

Tony disse...

EU NAO FALEI que meu Timão ia dar o que falar, Carl?????

Seguuuuuuuuuuuuura!!!

BJ disse...

Espera começar a Liberta que vc vai ver o Tricolor!!!

Related Posts with Thumbnails