12 de abr de 2009

Requentar é viver: Vida de anão é osso




EM UM VAGÃO DE METRÔ, um anão começou a escorregar desajeitadamente pelo banco. Ao observar a cena, o passageiro sentado ao seu lado, muito solidário, o recolocou na posição.

Poucos minutos depois, lá ia o pequeno ser escorregando outra vez, quando o mesmo passageiro, atento, novamente o recolocou no assento. Quando a situação se repetiu pela quinta vez, o homem, irritado com a malemolência do baixinho, esbravejou:

- Pô, cara! Será que você não consegue ficar sentado direito?

Ao que o anãozinho, muito contrariado, respondeu:

- Ô meu amigo... Há cinco estações estou tentando desembarcar, mas você não deixa, catso!!!


4 comentários:

Nathália Rodrigues disse...

ahahahahahahhahahaha adorei rê
beijo

Marion disse...

Que maldade, Vince!

molinho disse...

Hahahhahahahahhahahaha
Muito boa! Tua cara! Lembrei de uma vez na Metô que vc soltou do nada (como sempre), depois de ver um anão que estuda lá: "Meu sonho sempre foi ter um amigo anão. Pra sair por aí com ele no meu ombro..." hahahahaha
Beijos no molengão

Pi Pi Piriri Pi Pi disse...

Hahahahahaha...

Louro José Style!

Mas convenhamos, né babe, você não é dos mais altos... =P

Related Posts with Thumbnails