6 de nov de 2008

Ah, o Futebol!

AH, O FUTEBOL! Não é à toa que ele desperta, com a mesma intensidade, paixão e ódio, alegrias e discórdias, gritos e lágrimas.

Quando começava a pensar que já tinha visto de tudo no esporte número 1 do mundo, eis que a quarta-feira futebolística me presenteia com duas cenas pitorescas, folclóricas, escalafobéticas.

A primeira aconteceu no Engenhão, palco do confronto entre Botafogo x Estudiantes, partida de volta das quartas-de-final da ilustre Copa Sul-Americana. O Fogão ia mal das pernas e, visivelmente nervoso, não tinha forças para buscar o placar que o colocaria na próxima fase. No finzinho da etapa derradeira, falta assinalada pelo juiz no meio-campo, e cartão amarelo para André Luís.

Inconformado com a marcação, o zagueirão voou em cima do árbitro, arrancou o cartão de sua mão e devolveu o gesto, antes de esmagar o coitado entre os dedos enquanto lançava um fuzilante olhar Mike Tyson para o pobre juiz. Incrédulo, borrado e boquiaberto com a atitude do béque, o juiz deu 10 passos pra trás e levantou o vermelho. Por muito pouco não levou um piau.

Enquanto isso, no estádio Diego Armando Maradona, o Palmeiras, de time reserva, levava um sapeco do inexpressivo Argentinos Juniors. Tudo dentro do script - não fosse pelo fato do garboso treinador do Verdão, Vanderlei Luxemburgo, estar assistindo e comentando a partida de sua própria equipe da tribuna da Globo, entre elogios à equipe da emissora, críticas aos seus jogadores e bebericadas de café.


E o salário, ó...





2 comentários:

Lady Dari disse...

quer saber?
senti vergonha d ser palmeirense naquele momento!
q colica renal foi aquele jogo
o pior eh assistir a globo e saber q quase td lah, inclusive o top tio vanderlei!, saum corinthianos.
ou serah pior o outro canal com os merchans bizarros e os comentarios do Neto com seu portugues roceiro?

|lagrimas|

Lady Dari disse...

tds por la*

Related Posts with Thumbnails