8 de out de 2009

A incrível história do homem galinha


CERTO DIA ZÉ, sujeito simples, honesto e trabalhador, desligou a tevê e foi dormir. Deu um beijinho de boa noite na mulher, virou pro lado e capotou.

Quando acorda, Zé estranhamente se sente leve demais. Se espreguiça, abre bem os olhos e não acredita quando se depara com um velho barbudo:

- Ei, quem é você? Posso saber o que está fazendo no meu quarto?

O sujeito responde:
- Eu sou São Pedro, tolo. E você não está no seu quarto, você está no céu!

Zé fica desesperado:
- Mas não é possível, eu não posso morrer! Por favor, São Pedro, faça eu voltar, pelamor de Deus!

E São Pedro:
- Está bem, meu filho. Mas, para pagar seus pecados, você só poderá voltar se for na forma de cachorra ou galinha.

Zé fica pensativo, e começa a ponderar:

"Putz, cachorra é foda... na época do cio vários cachorros imundos comem ela! Já a galinha, bem... Eu nunca vi pau de galo, deve ser pequeno, dá nem pra sentir!"

E responde rapidamente:
- Fechou, eu quero voltar como galinha!

E num piscar de olhos, TCHANAAAAMMM!!! Zé se vê num galinheiro rodeado de galinhas. Olha para seu braço e vê uma asa, olha para seu pé e se depara com uma pata de 3 dedos.

- Caralho! Não é que virei galinha mesmo?

Ainda achando graça da situação e se equilibrando nas patas de trás, Zé olha para frente e vê um galo enorme vindo em sua direção:

- Hummmm... Você é nova aqui no galinheiro, certo?
- S-sim, s-sou sim.

E o galo vai logo lançando as regras do galinheiro:
- Bom, aqui só damos duas opções. Ou você vai para a ala das reprodutoras ou para a ala das poedeiras. E aí, qual vai ser, doçura?

E Zé raciocina:

"Bom, se eu for para a ala da reprodução, vou ter que dar para esse galo. Mas também não sei botar ovo, e agora? Vou abrir o jogo!"

- Mas seu galo, eu não sei botar ovo!

E o galo, muito cortês, prontamente se dispõe a ensinar Zé a botar ovo:
- O negócio é o seguinte, mon cherri: você senta aí, levanta a asinha esquerda duas vezes e faz cócó!

Zé segue cuidadosamente os passos que o galo lhe disse, e num passe de mágica... PLOC! sai um ovinho!

Zé se empolga com a façanha, tenta mais uma vez e... PLOC! sai outro ovinho!!

- Porra, que maneiro! Tô começando a gostar desse negócio de ser galinha!

E quando Zé se ajeita para botar mais um ovinho, ouve o berro da sua mulher:
- Ôôôôôô, Zééé! Acorda, filho da puta!! Você tá cagando na cama toda, animal!!!!


* Anedota via Omoristas



7 comentários:

Marion disse...

aahahahha... aííí BJ galinhaaaaa!!

Tony disse...

De onde você tira essas coisas RIDÍCULAS, seu inútil??

Ana disse...

Galinhas, pavões, urubus... Que blog aviário!

lucélia souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lucélia souza disse...

oii, gostei muito do seu blog... muito engraçado.
me segue q eu te sigo please♥http://tudoemaisumpoucko.blogspot.com/

Berola disse...

Ai Sansão seu danadinho

Anônimo disse...

[url=http://cialisonlinehere.com/#nzufk]buy cialis online[/url] - cialis without prescription , http://cialisonlinehere.com/#ljyxg buy generic cialis

Related Posts with Thumbnails